Portugal está entre os 15 países do mundo com melhor desempenho climático
SAIBA MAIS
AMBIENTE
Portugal integra o grupo dos 15 países com melhor desempenho climático, subindo duas posições face ao ano passado no Climate Change Performance Index (CCPI).
O índice foi divulgado na segunda-feira e analisa o progresso alcançado em 59 países com as maiores emissões de gases de efeito estufa.


Como sempre, os três primeiros lugares da lista ficaram vagos porque nenhum país está totalmente alinhado com a meta do Acordo de Paris de 2015 de manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C.

O ranking segue um sistema de cores, no qual os países em verde são classificados como de alto desempenho climático. Os de amarelo são considerados de desempenho médio; em laranja, baixo desempenho; e em vermelho, um desempenho muito baixo.
A Dinamarca é o país mais bem colocado no ranking (em quarto lugar), seguida da Suécia e do Chile.
Portugal surge no grupo dos países a verde na 14.ª posição, seguindo-se países como Marrocos, Índia, Estónia, Noruega e Reino Unido. Finlândia, Alemanha, Luxemburgo e Malta seguem Portugal no final da lista verde.
A União Europeia como bloco segue no grupo amarelo, com Egito, Espanha, Indonésia, Itália, França e Nova Zelândia, entre outros.
Catorze países foram colocados no grupo vermelho, aqueles com as maiores emissões de gases de efeito estufa, incluindo alguns dos países mais poderosos do mundo, como China, Rússia, EUA, Japão, Austrália, Canadá e Arábia Saudita.



A melhoria de duas posições de Portugal deveu-se ao encerramento das centrais a carvão do Pego e de Sines, conduzindo a uma melhoria da categoria das emissões de gases com efeito de estufa, e à publicação da Lei-Quadro do Clima.

No entanto, a associação destaca o fraco desempenho do país nos sectores dos transportes, florestal e agrícola.



A associação ambientalista portuguesa Zero analisou os resultados, salientando que os cálculos se basearam nos dados mais recentes de 2020.




É publicado em conjunto com a Climate Action Network International. Os países que compõem o índice são responsáveis ​​por cerca de 90% das emissões globais de gases de efeito estufa.



O índice, publicado anualmente desde 2005, é de responsabilidade da organização não-governamental alemã Germanwatch e do NewClimate Institute e avalia quatro categorias: emissões de gases de efeito estufa (peso de 40% na classificação final), energia renovável, uso de energia e política climática .
LEIA MAIS ARTIGOS
WEBSTORY: RITA COELHO
FOTOGRAFIA: Luis Boza/Viewpress;Horacio Villalobos#Corbis/Getty Images
<!— netScope v4 – Begin of gPrism tag for AMPs -->